Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Enepeg: estudantes do Centro EaD apresentam trabalhos de extensão que contribuem para melhoria de serviços públicos e condições de vida da comunidade

Publicado: Quinta, 09 de Novembro de 2017, 15h52
 
Estudantes concluintes de cursos técnicos do Instituto Federal do Amapá (Ifap) ofertados no Centro de Referência Educação a Distância Pedra Branca do Amapari mostraram ao público do Encontro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão (Enepeg), nesta quarta-feira (8/11), que estão preparados para atender às necessidades da comunidade com os conhecimentos adquiridos na sua formação técnica e, principalmente, como cidadãos. Na exposição no hall do campus Macapá, foram apresentados 14 projetos de extensão que foram desenvolvidos diretamente com a comunidade local e em órgãos públicos do município.
 
A má qualidade da água consumida pela população e o consequente alto índice de doenças diarreicas motivaram os trabalhos de dois grupos de estudantes. Um deles, composto por Carlos Otávio Gomes Carneiro e Maria Laudiceia Pinheiro dos Santos, do curso Meio Ambiente, com orientação do professor Ronaldo Franck, desenvolveu uma microestação de tratamento de água e filtro biológico feito de carvão ativado. “Doamos um filtro para uma família que por semana tinha três ou quatro pessoas com diarreia. Hoje, cinco meses depois, ninguém dessa família teve caso de diarreia”, relatou Carlos Otávio. Já a equipe formada por Luiz Fábio Albuquerque da Silva e Izaura Pinheiro dos Santos, do curso de Meio Ambiente, também com orientação do Ronaldo Franck, desenvolveu filtros biológicos com velas, que também foram doados a famílias da comunidade.
 
Outros trabalhos na área ambiental foram os seguintes: Compostagem, dos estudantes Angela de Araujo Silva e Jamilly Moraes Alfaia, com orientação do professor Orian Vasconcelos; Implantação de olericultura na Escola Naíde Maciel, de Aldenice da Costa Duarte e Lucas Willian de Almeida Santos, professor Ronaldo Franck; Horta comunitária como instrumento para sustentabilidade no Centro de Referência de Assistência Social, de Juliane Farias de Souza e Odilene da Costa Farias, professora Larissa Pinheiro; Educação ambiental em unidades de conservação: o caso da reserva estrativista (Resex) Beija Flor Brilho de Fogo, de Nildirene Cruz da Silva e Cristiane de Freitas Pena, professora Larissa Pinheiro; Estudo sobre a viabilidade da criação de uma cooperativa de catadores de resíduos sólidos, de Geane Silva Pinheiro, professora Larissa Pinheiro; e Farmácia viva: resgatando o conhecimento popular, de Raimundo Rodrigues de Almeida Neto e Josenil Moura Pacheco, professor Orian Vasconcelos.
 
Houve também trabalhos de outras áreas de conhecimento. Em pesquisa sobre o comércio local, os estudantes Camila Batista e Fabiano Campelo, do curso Serviços Públicos, apresentaram o trabalho “Economia social, uma análise intermunicipal da cesta de alimentos”. Com orientação do professor Rodrigo Rizzatti, eles concluíram que os preços cobrados por cestas básicas vendidas diretamente para moradores de Pedra Branca estavam acima dos preços praticados no mercado local se o consumidor fizesse a compra por item. “A cesta custava mais de R$ 300 e se a pessoa comprasse cada item pagaria menos de R$ 200”, informou Fabiano.
 
Com contribuições para melhoria de serviços educacionais e funcionamento de atividades públicas, entre outras áreas, foram apresentados ainda os trabalhos Aluno monitor: laboratório de informática, de Abinadabe Chagas da Silva e Karina Coelho de Sena, com orientação do professor Orian Vasconcelos; e com o mesmo tema e orientação o trabalho do estudante Jocivam da Silva Brito; Informática e internet na Câmara Municipal de Vereadores, dos estudantes Luciane dos Santos Passos, Lindalva Maria Oliveira e Rosenildo de Souza Nunes, professor Rodrigo Rizzatti; Burocracia na Câmara de Vereadores, de Erita Marreiros da Silva e Gabriel da Rocha Santos, professor Rodrigo Rizzatti; E.P.I.s para garis da Secretaria de Infraestrutura Municipal, de Alex Santos de Sousa e Carmem Cleide Moura Pacheco, também com orientação do professor Rodrigo Rizzatti.
 
Por Suely Leitão, jornalista da Reitoria
Departamento de Informação, Comunicação e Eventos - Deice
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook:/institutofederaldoamapa

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página