Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Projetos do Ifap participam da Mostra Tecnológica da 41ª Reditec

Publicado: Segunda, 27 de Novembro de 2017, 20h05 | Última atualização em Segunda, 27 de Novembro de 2017, 20h15

Seis projetos do Instituto federal do Amapá (Ifap) participaram com destaque da Mostra de Extensão e Cultura, evento paralelo à 41º edição da Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec), que aconteceu entre os dias 20 e 23 de novembro em João Pessoa (PB).

O projeto “Casas Sustentáveis: Geração de Energia Alternativa, Tratamento e Utilização de Água, Coleta Seletiva de Lixo, Agricultura Familiar e Tratamento de Esgoto” idealizado pelo professor de Sociologia do campus Macapá do Ifap, Pedro Aquino, atraiu muitos visitantes interessados em conhecer mais detalhes sobre a criatividade e funcionalidade do projeto. Aquino explicou que a casa foi feita em um container e utiliza energia solar. “Toda a estrutura do container é revestida com manta térmica industrial e o acabamento foi realizado com peças de PVC. O teto é resfriado por uma camada de cinco centímetros de caroços de açaí, muito eficaz como isolante térmico.”

Entre os diversos visitantes do estande da “Casa sustentável”, Alisson Souto, que cursa Meio Ambiente, no campus Cabedelo, do Instituto federal da Paraíba (Ifpb) foi um dos que mais demonstrou mais interesse: “Achei os trabalhos desenvolvidos pelo professor Pedro Aquino muito interessantes! O caroço de açaí é uma alternativa bastante inovadora. A troca de ideias com ele foi importante para buscarmos soluções sustentáveis em nosso projeto. Vou repassar todas dicas do docente para os outros pesquisadores”, relatou Souto.

O projeto "Reciclar", também idealizado pelo professor Pedro Aquino, foi outro destaque do evento. Para ajudar a diminuir os impactos ambientais do descarte das embalagens pet o docente idealizou um sistema de coleta dessa embalagem e uma linha de montagem que as transforma em vassouras de grande durabilidade. Essas vassouras são, depois de prontas, são comercializadas por apenas R$ 10 reais.

No mesmo estande, a professora Elida Viana, do campus Macapá do Ifap, apresentou dois trabalhos com proposta sustentável: a “Extração e caracterização de gelatinas obtidas a partir de peles de peixe mapará e uritinga” e “Aproveitamento integral de resíduos de pescado utilizando biotecnologia para produção de biofertilizantes e biogás, no município de Calçoene (AP), extremo norte do Brasil”. O primeiro projeto já tem em seu currículo o título de vencedor na Feira de Ciências e Engenharia do estado do Amapá (Feceap) prêmio concedido por seu potencial na redução do descarte e dos problemas ambientais, trazendo retorno econômico para a região. Já a segunda pesquisa propõe a utilização de biodigestores para realizar o tratamento e o processamento biotecnológico de resíduos de pescado proveniente de entrepostos, possibilitando sua conversão em subprodutos como biofertilizante e o biogás.

Ações da Pró-reitoria de Extensão do Ifap (Proext) também foram destaque no evento, Érica Bezerra, titular da Proext no Ifap, apresentou o Programa Institucional de Xadrez, intitulado “Xeque-Mate”, que busca desenvolver a alfabetização enxadrística para os estudantes, servidores e comunidade externa. Um incentivo para o ensino e a prática do xadrez no estado do Amapá. A Pró-reitora também socializou os resultados das ações do projeto: “Start Ifap: Empreendedorismo inovador no meio do mundo”, que tem contribuído para o surgimento de novas startups no Amapá.

 

Por Sâmia Cardeal, jornalista do campus Santana do Ifap

Departamento de Informação, Comunicação e Eventos - Deice
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook:/institutofederaldoamapa

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página