Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campus Macapá adere à campanha Junho Vermelho e sensibiliza novos doadores de sangue

Publicado: Sexta, 09 de Junho de 2017, 10h27

altPara estimular a doação de sangue, captar novos doadores e aumentar o estoque do banco de sangue do hemocentro do estado, o projeto “Mais Vida”, desenvolvido pela Seção de Gerenciamento de Apoio ao Estudante do campus Macapá do Instituto Federal do Amapá, aderiu à campanha nacional Junho Vermelho. Desde o dia 1º deste mês, representantes de turmas e servidores engajados na ação estão visitando as salas de aula e setores administrativos para sensibilizar para a doação de sangue. O dia marcado para a ação é 14 deste mês, quando é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue, instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Será no Centro de Hemoterapia do Amapá (Hemoap), localizado na avenida Raimundo Alvares da Costa.

altA parceria entre o Hemoap e o Ifap começou desde o mês de maio com a realização da capacitação dos representantes de turma. A atividade conduzida pela assistente social Marilda Ferreira e pela biomédica Hellen Oliveira, ambas do Hemoap, mostraram para os estudantes um pouco do trabalho de captação de doadores voluntários, o estado crítico do estoque de sangue atual, os critérios necessários para doação de sangue e a importância da doação voluntária e constante.

"O envolvimento dos alunos pertencentes ao Projeto Liderança veio como estratégia para que a sensibilização possa ser feita com toda comunidade escolar, alunos e servidores. Eles fazem a divulgação da campanha e são multiplicadores da importância do ato de doar”, ressaltou a coordenadora do projeto, Maria Lúcia Barroso.

altDe acordo com a técnica em Enfermagem Ieda Viero, nenhuma informação deve se omitida durante a triagem. “A omissão pode comprometer todo o processo e ser prejudicial para o receptor do sangue”. Os alunos foram acompanhados pelas servidoras Ieda Viero, Marina Cavalcante, Thaynam Maia e Maria Lúcia.

Para ser um doador, são necessários os seguintes requisitos: ter entre 16 e 69 anos, sendo que os menores de idade precisam ir acompanhados pelo seu responsável; idade máxima de 60 anos, para a primeira doação; idade máxima de 69 anos, para quem já é doador; boas condições de saúde (não estar gripado, não ter tido febre pelo menos 14 dias antes da doação); deve estar bem alimentado (nunca ir em jejum no dia da doação) e evitar ingerir alimentos gordurosos; não ingerir bebida alcoólica pelo menos 12 horas antes da doação e não ter fumado por pelo menos 3 horas antes da doação e 2 horas após.

 

Por Jacyara Araújo, jornalista do campus Macapá

Seção de Gerenciamento da Comunicação Social do campus Macapá

Instituto Federal do Amapá (Ifap)

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Twitter: @ifap_oficial

Facebook:/institutofederaldoamapa

registrado em:
Fim do conteúdo da página