Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ifap vai ofertar cursos de qualificação profissional para adolescentes e jovens em medida socioeducativa

Publicado: Segunda, 26 de Julho de 2021, 12h37
 
 
O Instituto Federal do Amapá (Ifap), através da Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (Proeppi), vai ofertar cursos de qualificação profissional para adolescentes e jovens em cumprimento de ações socioeducativas de privação de liberdade e semiliberdade do sistema socioeducativo no estado do Amapá. Acordo de cooperação técnica entre o Ifap e a Fundação da Criança e do Adolescente (Fcria) foi assinado no dia 21 de julho de 2021, em solenidade virtual. Os cursos serão ainda definidos pelas duas instituições durante o período de dois anos.
 
A reitora Marialva Almeida afirmou que a ação social e a educação são duas forças estabelecidas no termo de cooperação a fim de garantir oportunidades aos adolescentes e jovens em cumprimento de ações socioeducativas, através de políticas públicas. “É cruel acreditar que no Brasil as pessoas chegam a conquistar algo pelo mérito diante da desigualdade enorme que existe no país”, afirmou, ressaltando que “esses adolescentes e jovens devem ter a oportunidade de crescer porque merecem, independentemente do que tenham praticado”.
 
Também participaram da solenidade pelo Ifap o pró-reitor da Proeppi, Romaro Silva, o chefe do Departamento de Extensão, Arte e Cultura, Diego Belo, e a coordenadora de Ações Empreendedoras, Suellen Macedo. Pela Fcria, estavam o diretor presidente Odilson Serra Nunes, a responsável pela unidade de profissionalização da Coordenação de Ações Socio-pedagógicas, Cristiane Brito, a gerente do Núcleo de Medidas Socioeducativas de Internação Feminina, Lidiane Alves, o coordenador de Ações Socio-pedagógicas de Meio Aberto, Marco Antonio, e a chefe de gabinete Andreza Melo.
 
 
Ações integradas
 
O Acordo de Cooperação prevê que o Ifap irá ofertar cursos de extensão estabelecidos em plano de trabalho acordado entre as duas instituições, cabendo à Fcria garantir os espaços nas unidades socioeducativas para as aulas, além de selecionar e organizar as turmas, fazer o monitoramento e acompanhamento nos cursos. Não haverá a utilização de quaisquer recursos financeiros oriundos de transferências entre as duas instituições. A cooperação ocorrerá conforme as disponibilidades logísticas e financeiras do Ifap e da Fcria, sejam vencimentos dos técnicos envolvidos, deslocamentos, diárias, locais para reuniões e demais itens de logística.
 
 
 
Por Suely Leitão, jornalista da Reitoria
 
Diretoria de Comunicação - Dicom
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook:/institutofederaldoamapa

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página